Casa Silva Freire

- esta casa é sua, vem morando...

                          ouça minha alegria musical

(SILVA FREIRE, Trilogia cuiabana, vol.1, p.29, 1991)

Notícias

Confira a programação completa do Arte e Cultura na Mandioca 3a edição

07/12/2017 às 02:04

ARTE E CULTURA NA MANDIOCA – 3ª EDIÇÃO
Programação
 
 
FEIRA LITERÁRIA - 16h às 22h
 
A proposta da feira literária é colaborar com a cadeia produtiva do livro por meio do estimulo à formação de leitores e da comercialização e troca de livros novos e usados com destaque para a literatura brasileira produzida em Mato Grosso. Será exposto o trabalho pedagógico da Escola Municipal de Educação Básica “Silva Freire” que privilegia a narrativa infantil no processo de alfabetização de crianças, sendo contemplado com o Prêmio “Destaque Professores Brasil 2017”, do Ministério da Educação, na categoria ensino fundamental anos iniciais - ciclo de alfabetização (1º, 2º e 3º anos) com o projeto “Autorias Infantis na Produção de Texto” apresentado pela professora Mariângela da Silva. Estarão presentes os autores e as editoras: Carlini & Caniato Editorial/Tanta Tinta, Entrelinhas Editora, Cathedral Publicações, Fusca Sebo, Sebo da Juju e Bazar do Livro Matriz. O varal de poesia “Uma História Sobre Prédios Que Contavam Sermões e Tantos Outros Fatos sobre As Capivaras” será armado por Marcella Menegethe Gaioto.
 
FEIRA ARTESANATO E MODA - 16h às 22h
 
A mostra de artesanato e moda pretende fomentar a economia criativa e colaborativa ao valorizar marcas autorais gerando oportunidades comerciais para designers e artesãos locais. Serão comercializadas peças e produções de Anna Marimon (acessórios em couro), Bazar de Fotografias Studio Rai Reis (fotografias), Bendito Santo Ateliê (relicários e utilitários), Bordadeiras da Chapada (bordados em tecidos), Gasperin (moda), Gilmar Chavier (acessórios e objetos para decoração), Incomum (acessórios, crafts e decoração afetiva), Insight Coletivo (decoração e interiores), Ivani Brito (acessórios e moda), Paulo Rogério Lenzi (objetos de decoração em palha de buriti), Soraia Mourão (brechó), Studio F2 (moda), Valéria Carvalho Ateliê (bolsas, utilitários em tecido e courino), Arte e Flores Ponto a Ponto (arranjos para cabelos e bichinhos em tecido), Oficina da Mata (Filtro dos Sonhs).
ARTES NA RUA – 16h às 22h
 
O público será convidado à fruição e à interação com artistas e seus trabalhos em pintura sob tela, xilogravura, grafite, nanquim, lambe-lambe, performances, instalações e intervenções. Além de abrir espaço para divulgação e novas formas de comercialização de arte. Convidamos os artistas: Adriano Figueiredo, Anna Marimon, Leopoldo Coutinho, José Arispe, Marcelo Velasco, Márcia Bonfin, Mari Gemma de La Cruz, Paty Wolff, Rai Reis, Ruth Albernaz, Imara Quadros e Zeilton Mattos.
 
PROJEÇÕES | AUDIOVISUAL  - 18h às 20h
 
Na programação audiovisual serão projetados os filmes: “O Poder da Palavra”, de João Manteufel; videodoc sobre o Arquivo Público e parte do acervo particular de Silva Freire; videoart e videodoc resultados das oficinas "O olhar audiovisual na poesia de Silva Freire", pela cineasta Juliana Segóvia e “Criação Musical – Desvendando sons na poesia de Silva Freire”, pelos artistas Estela Ceregatti e John Stuart realizadas na EMEB Silva Freire através do projeto Ponto de Cultura Casa Silva Freire; projeções de imagens das pesquisas do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea - ECCO/UFMT.
 
FEIRA GASTRONÔMICA – 16h às 22h
 
No espaço gastronômico do evento o público poderá degustar os cardápios de nossos convidados Matteo Gelato Criativo (sorvete artesanal); Rosana Pavão Comidas Típicas (comidas regionais); Opa Cookeria & Katesserie Tortas Finas (cookies, brownies e tortas doces com sabores variados); Roger’s Fresh Food (wraps); Hamburgueria BullDog - Comida de Rua (hamburguers artesanais) e Hamburgueria Pão, Carne, Queijo, Pão (hamburguer artesanais), Cervejaria Louvada(cerveja artesanal) e Suco Laranja Tropical.
 
FEIRA SUSTENTÁVEL – 16h às 22h
 
Formada por expositores representantes da agroecologia que buscam propor alternativas de consumo mais sustentável e comprometido socialmente, a feira sustentável disponibilizará os produtos para comercialização da Coopamsal, Campo Alegre, Sítio 2Santos e Sociedade Orgânica.
OFICINAS/ RODA DE CONVERSA – 16h às 20h
 
16h - OFICINA MEU AMIGO MONSTRINHO – 3JEITOS PRODUÇÃO CRIATIVA
Durante duas horas as crianças entrarão numa jornada lúdica e criativa que tem como pontapé inicial a contação de histórias para provocar o imaginário estimulando a criação de seus monstrinhos que serão confeccionados por cada uma delas com feltro, lã e cola.
Público alvo: Crianças de 05 a 10 anos de idade
Duração: 02 horas
Inscrições: a informar
Oficineiras: Cacau Borges, Fernanda Solon e Juliana Vasconcelos
Local: Espaço Casa Silva Freire
A 3Jeitos é um projeto das produtoras e gestoras culturais Cacau Borges, Fernanda Solon e Juliana Vasconcelos, que acreditam que o aprendizado pode ser feito de três jeitos: lúdico, brincante e conectivo entre crianças e adultos. O grupo também faz estudos e pesquisas para desenvolver atividades inclusivas para crianças.
 
16h - OFICINA METAMORFOSES NO CERRADO - VERONE CRISTINA SILVA
Esta oficina objetiva introduzir os participantes na cosmologia afroindígena por meio de seus relatos de metamorfose. Em contextos particulares, os personagens transformam seus corpos humanos em passarinho, cupim ou árvore. Metamorfose é transgressão, mas também criação, elaboração da noção de humanidade, de regras sociais e relação entre humano e não humano.  Duas narrativas míticas e uma canção afroindígena serão descritas, além de recitadas poéticas afroindígena com os seus conteúdos sobre metamorfose para possibilitar a compreensão da noção de humano e não humano.
 
Público alvo: Qualquer pessoa, com idade acima de 18 anos.
Duração: 60 minutos
Inscrições: a informar
Local: Studio Rai Reis
Verone Cristina da Silva é Doutora em Antropologia pela Universidade de São Paulo e pesquisadora junto a ribeirinhos, quilombolas e povos indígenas no Mato Grosso. Cantora e produtora do Cd musical “Pilão de Palavras” e co-autora do Livro “Quilombolas do Guaporé: Modos de conhecimento e Territorialidade”.
18h - RODA DE CONVERSA ARTE E CENSURA
Num gesto de "ousadia do pensamento" porque o momento atual exige a roda de conversa arte e censura tem como objetivo pensar a arte como processo de criação e resistência contra tudo que sufoca a vida. Para disparar essa conversa convidamos Gervane de Paula, Wuldson Marcelo, Juliana Segóvia, Neriely Dantas, Mariana Amaral Queiroz e Eliete Borges. A mediação será feita por Maurilia Valderez Lucas do Amaral. Graduada em Filosofia, Mestre em Educação (UFMT) e pesquisadora sobre questões relacionadas ao presente e ao contemporâneo com foco na articulação entre ética, politica e estética.
 
19h – “UM PASSARINHAR DE LEITURAS”: CONVERSAS COM ESCRITOR@S EM MATO GROSSO
Um momento para conhecer @s escritor@s que produzem literatura em Mato Grosso e conversar sobre suas obras e processos de criação literária, seguido de autógrafos.  A mediação será feita por Mário Cezar Silva Leite. Crítico literário, Mestre em Literatura Brasileira (USP), Doutor em Comunicação e Semiótica (PUC-SP), Pós-doutor em Literatura Comparada (USP) e em Memória Sociais e Bens Culturais (UNILASALLE). Professor titular da UFMT (campus Cuiabá). Escritor@s convidados: Alexandre Rolim, Cristina Campos, Daniela Freire Andrade, Divanize Carbonieri, Luiz Renato, Marcelo Ferraz, Marli Walker, Moisés Carlos Amorim, Odair de Morais, Paulo Pimentel, Santiago Santos e Victor Hugo.
 
Alexandre Rolim
Mato-grossense de Tangará da Serra. Acadêmico de Letras da Unemat, autor de dois livros. É repórter, fotógrafo e ator. Pesquisador da cultura indígena do Oeste de MT. Tikare - Alma-de-Gato conta a história de um pequeno índio Parecis que vivia em uma aldeia no século XVIII durante o primeiro contato entre índios e não índios. Cultura, tradição costumes e fábulas indígenas compõem o enredo da obra que foi contemplada pelo 2º Prêmio de Literatura na categoria revelação.
 
 
Maria Cristina de Aguiar Campos
Graduada em Letras (UFMT, 1983); especialista em Língua Portuguesa (UFMT, 1983), Semiótica (UFMT, 1994) e Semiótica da Cultura (UFMT, 1995); mestra em Educação (UFMT, 1998); e doutora em Educação (USP, 2007). É membro da Academia Mato-grossense de Letras, ocupando a Cadeira 16. Lecionou Língua Portuguesa e Literatura Brasileira no IFMT – Campus Cuiabá; aposentou-se em 2013. É autora das seguintes obras: Pantanal Mato-grossense: o semantismo das águas profundas (Cuiabá: Entrelinhas, 2004); Conferência no Cerrado (Cuiabá: Tanta Tinta, 2008); Manoel de Barros: o demiurgo das terras encharcadas (Carlini & Caniato, 2010); O falar cuiabano (Carlini & Caniato, 2014); Bicho-grilo (Carlini & Caniato, 2016); Papo cabeça de criança travessa (Tanta Tinta, 2017). É organizadora e revisora de diversas publicações.
 
Daniela B.S. Freire Andrade  
Nasceu e cresceu em Cuiabá. Doutora em Psicologia Social pela PUC/SP, psicóloga e pesquisadora da infância, professora do curso de Psicologia da Universidade Federal de Mato Grosso. Privilegia a narrativa como forma de abordar temas complexos com crianças e de encorajá-las e elaborar a sua própria versão sobre o mundo. Autora de Bugrinho, que menino é esse (Entrelinhas, 2008), ilustrado por Marcelo Velasco e Jeri Kurireu: o menino que se reinventou (Entrelinhas, 2017), um livro que destaca a força e o poder do pensamento a partir da biografia do Marechal Cândido Rondon. A obra é  ilustrada por Daniele Dias que utilizou a técnica de aquarela.
 
Divanize Carbonieri
Doutora em letras pela Universidade de São Paulo, atuando como professora de literaturas de língua inglesa na Universidade Federal de Mato Grosso. É escritora e poeta, tendo sido uma das selecionadas na categoria poesia do 3o Concurso Lamparina Pública, organizado pela editora Lamparina Luminosa, com o projeto Furagem (no prelo). Entraves é seu primeiro livro publicado de poemas e foi agraciado com o 2o Prêmio Mato Grosso de Literatura na categoria poesia.
 
Luiz Renato
Doutor em Letras, pela UNESP (2012), atua como pesquisador nas áreas de Literatura e História, com ênfase no romance histórico. Professor efetivo de Língua Portuguesa do IFMT desde 2011. É autor de Cardápio Poético (1993), dos romances Matrinchã do Teles Pires (1998), Flor do Ingá (2014) e, em parceria com o pernambucano Carlos Barros Duplo Sentido (2016), este último de crônicas. Foi contemplado pelo 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura por “Gênero, Número, Graal”, coletânea de 85 poemas produzidos ao longo das décadas de 1990, 2000, até a atualidade. 
 
Marcelo Ferraz
Nasceu em Cuiabá. Formou-se em jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Em 2013 foi um dos vencedores do Concurso Literário Prof. Sérgio Dalate/UFMT, na categoria conto. Em 2017, foi agraciado no 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura pelo romance “O Assassinato na Casa Barão”. Publicou: Pássaros sem Destino (2017) - poesias; crônicas e artigos sobre temas correlacionados à política, economia, cultura e filosofia (2017) e os romances A Cidade dos Poetas de Sião (2009); Benjamim e Hannah (2015) e A Locomotiva dos Sonhos (2016).
 
Marli Walker
Catarinense radicada em Mato Grosso há mais de 30 anos. É professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Cuiabá. Publicou os livros de poemas: Pó de serra (2006 - 2017. 2.ed.), Águas de encantação (2009) e Apesar do amor (2016). Acredita que a educação formal é o único caminho seguro para transformar a vida das pessoas.
 
Moisés Carlos de Amorim
Poeta e crítico literário, nascido no ano de 1987. Interesso-me por leituras acerca da arte, de forma geral. Para mim, a linguagem poética recupera os instantes que foram amortalhados no cotidiano e acredito, assim como Mallarmé, que o mundo acabará num belo livro. É autor de “Entre dias e noites”.
                                                                              
Odair de Morais
Nasceu em Cuiabá, em 1982. Formou-se em Letras, pela UFMT, em 2008. Cursou Jornalismo. É professor. Lançou "Contos Comprimidos", pela Multifoco, do RJ, em 2016. E este ano publicou "Instante Pictórico" pela Carlini & Caniato.
 
 
Paulo Sesar Pimental
Graduado em Letras (Unemat), mestre em Estudos de Linguagem (UFMT), doutorando em Psicologia (UFF), professor do IFMT - Campus Bela Vista - e autor dos livros "Café com Formigas" (2005), "Diário de uma quase" (2010) e "O cão sem penas" (2014).
 
Santiago Santos
Escritor, tradutor e jornalista. Publica drops literários semanalmente no www.flashfiction.com.br. Sua primeira coletânea de contos, Na Eternidade Sempre é Domingo (Carlini & Caniato, 2016) compõe uma viagem pé na estrada pela América do Sul que entrecruza ficção histórica, fantasia e a mitologia dos incas.
 
Victor Hugo
Graduado em Marketing, licenciado em Artes Cênicas e apaixonado por fotografia. Autor de Mundo dos Sonhos - O Ferreiro e a Cartola (2017), contemplado pelo 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura na categoria infanto-juvenil. Salvar um mundo onde tudo pode acontecer, essa é a missão da pequena Rita. Mal sabe ela os mistérios e aventuras que a aguardam nessa jornada.
 
PROGRAMAÇÃO PALCO/RUA
 
17h – LEITURAS POÉTICAS POR CRIANÇAS DA EMEB ‘SILVA FREIRE’
                      
O Ponto de Cultura Casa Silva Freire, em parceria com a EMEB ‘Silva Freire’, convidou crianças e adultos a participarem da programação em comemoração aos 20 anos da escola e dia do nascimento de seu patrono, o poeta Silva Freire. No dia 20 de Setembro de 2017 realizou as oficinas “ideias pipocas - arte e literatura” que contribuíram para a implementação do Projeto Político Pedagógico no eixo Artes como propulsora do currículo e para o fortalecimento da Proposta Pedagógica intitulada “Bugrinho, Rondon e nós: sonho que se sonha junto desde Mimoso”. As oficinas colaboram para que a escola se transforme em um espaço de múltiplas narrativas, de experimentação e fruição estética enriquecendo o repertório das crianças e adultos. O resultado desse trabalho produziu novas leituras dos poemas de Silva Freire e Wlademir Dias-Pino por crianças de 04 a 08 anos e seus professores e artistas convidados. Trechos de alguns poemas e da prosa de Silva Freire serão declamados pelas crianças.
 
17h30 – TEATRO LAMBE-LAMBE: AGUSTINO PEIXE GRANDE - RAQUEL MUTZ
 
18h – TEATRO LAMBE-LAMBE: O CANTO DA SEREIA - MILLENA MACHADO
 
20h – PERFORMANCE CARDÁPIO LITERÁRIO - LUIZ RENATO
 
Apresentação performática de poesia e apresentação de livros publicados: Flor do Ingá (romance), Duplo Sentido (crônicas) e Gênero, Número, Graal (poesia). Início da fala ao microfone e depois continuação pelo espaço, ao longo da programação.
 
LUIZ RENATO
É autor de Cardápio Poético (1993), dos romances Matrinchã do Teles Pires (1998), Flor do Ingá (2014) e, em parceria com o pernambucano Carlos Barros, Duplo Sentido (2016), este último de crônicas.  Graduado em Letras (2001), pela UFMT, mestre em História (2005) UFMT e doutor em Letras, pela UNESP (2012). Atua como pesquisador nas áreas de Literatura e História, com ênfase no romance histórico. Professor efetivo de Língua Portuguesa do IFMT desde 2011.
 
DURAÇÃO: 10 minutos
 
 
 
 
 
20h15 - ESPETÁCULO “A AVE” – DIAMOND DANCE CREW
Dança, vídeo e poema inscritos no espaço, “A Ave” é um espetáculo homônimo à obra icônica de Wlademir Dias-Pino. Uma homenagem ao poeta que revolucionou a literatura mundial com o Intensivismo e o Poema//Processo. Traço, percurso, transparência... Voo.
 
FICHA TÉCNICA
Direção Artística: Jamilton Mello Criação: Coletiva; Elenco: Dejailton Campos, Joel Rodrigues, Catarina Lana e Withilady Bidoia. Direção Geral: Tatiana Horevicht Dramaturgia: Juliana Capilé Música: Roberto Vitório Direção Vídeo Arte: Luiz Marchetti Edição de Vídeo: Luiz Marchetti e Juliana Segóvia Produção: Cia. Pessoal de Teatro Co-Produção: Diamond Crew
 
DIAMOND DANCE CREW
Com pouco mais de quatro anos de existência, o grupo Diamond Dance Crew já prova, por meio de pequenas e grandes ações sua força, competência e profissionalismo. Neste curto período já promoveu e produziu workshops de danças urbanas. Tem, em sua trajetória, construído proposta de espetáculos num híbrido de dança urbana e técnicas contemporâneas de movimento. “Raízes”, que dialoga com as dicotomias: escravidão e trabalho escravo; atualidade e ancestralidade; ontem e hoje. “Esses Pessoa”, produzido através do contato com a biografia de Fernando Pessoa, leva pra cena as impressões sobre os quatro heterônimos principais do autor. “Dê-Pré-Mente”, toca em um assunto muito sensível da sociedade contemporânea, o suicídio. Ainda em processo de construção tenta alertar a quem o vê sobre sinais-diagnósticos que podem fazer a diferença. Informativo, atual e relevante. “A Ave” propõe, de maneira humilde, uma possível leitura sobre a obra de mesmo nome do grande poeta, artista visual e gráfico, Wladimir Dias-Pino. Atua também num âmbito propriamente intitulado “comercial”. Se apresentando em inaugurações, comemorações, vídeos publicitários e afins.
 
DURAÇÃO: 30 minutos
 
 
20h45 - PERFORMANCE “MARIA DA VILA MATILDE”-  SOLTA CIA DE TEATRO
 
Maria da Vila Matilde é uma mulher forte que não se calou perante a violência sofrida. Ela resiste e segue em frente. Ela não aceita a submissão. Ela sofre e luta contra uma sociedade que a quer calar. Maria vive e quer viver!
 
FICHA TÉCNICA
Concepção, direção e performer: Luciano Paullo 
 
SOLTA CIA DE TEATRO
A Solta Cia de Teatro é formada por atores que há muitos anos resistem em Cuiabá e hoje formam um núcleo cênico de pesquisa e resistência nas artes cênicas. Tem um ano de existência e produções para o público adulto e infantil.
 
DURAÇÃO: 15 minutos
 
 
21h - BANDA O MORMAÇO SEVERINO - CÁCERES
 
A banda “O Mormaço Severino” surgiu em 2009 com a proposta de fazer músicas autorais e experimentações sonoras mesclando ritmos regionais com influências do baião, do rock, do blues e do pop. Formada no Município de Cáceres/MT, o Mormaço Agrega em sua musicalidade vários elementos percussivos em conjunto com uma guitarra pulsante e enérgica, “O Mormaço Severino” trará ao Ponto de Cultura o melhor do rock alternativo produzido em terras cacerenses, com uma seleção de suas melhores produções já reconhecidas e elogiadas pelo público.
 
FICHA TÉCNICA
Composição, guitarra e voz: Rauni Vilasboas Valentin; Voz: Janaina Lima – “Jheine”; Bateria: Luís Guilherme; Baixo: Ronaldo Gonçalves; Percussão: Welligton Fernandes e Eliziel Lima; Teclado: Diego Vicente.
 
DURAÇÃO: 60 minutos
 
22h – MÚSICA LATINA 2017: COLÔMBIA
 
Cúmbia, champeta, reggaeton, carranguera, mapale, bulerengue, chirimia, merecumbé, salsa, valenato. Música popular tradicional e música popular urbana constituem o amplo espectro étnico e as distintas cenas musicais da Colômbia. O set musical produzido laboratorialmente na disciplina de Teoria da Comunicação 1 por estudantes de Jornalismo e de Radialismo da UFMT busca compor a paisagem do Centro Histórico de Cuiabá no evento Arte e Cultura na Mandioca. A cidade de Cuiabá, como espaço de fluxos de informações das mais variadas matrizes, esgarça um diálogo com a cultura colombiana através da produção, circulação e fruição musical. Em termos laboratoriais, estudantes de Comunicação pesquisam, concebem e produzem um set de música colombiana, favorecendo a experiência da interculturalidade. Cidade e universidade. Música e comunicação. Em 2017, Música Latina enfatiza o lugar de conexão da cidade de Cuiabá no Centro Geodésico da América do Sul, a meio caminho entre o Oceano Atlântico no litoral brasileiro e o Oceano Pacífico no litoral sulamericano.
 
FICHA TÉCNICA:
Produção set música: estudante dos cursos de Jornalismo e de Radialismo e de Comunicação da UFMT.
Assessoria e orientação: jornalista colombiana Heidy Ylibeth Belo Medina e da jornalista pernambucana Vera Lúcia Xavier dos Santos, doutorandas em Estudos de Cultura Contemporânea na UFMT.
Mediação e coordenação: Yuji Gushiken - doutor em Comunicação e Cultura pela UFRJ (2004), professor do curso de Comunicação da UFMT e coordenador do Programação de Pós-Graduação em Cultura Contemporânea (PPG ECCOO-UFMT/Cuiabá).
DURAÇÃO: 60 minutos
 
 

Fonte: Adriana Nascimento – Fruthus Comunicação

Confira a programação completa do Arte e Cultura na Mandioca 3a edição
 
Av. 08 de Abril, 2850 - Popular - Cep 78.045-380 - Cuiabá - MT
(65) 3322-9625 - contato@casasilvafreire.org.br
Sitevip Internet